sexta-feira, 7 de março de 2014

Religião e suas outras formas

  Segundo o site significados.com "Religião é uma fé, uma devoção a tudo que é considerado sagrado. É um culto que aproxima o homem das entidades a quem são atribuídas poderes sobrenaturais. É uma crença em que as pessoas buscam a satisfação nas práticas religiosas ou na fé, para superar o sofrimento e alcançar a felicidade." Ou seja, pode ser qualquer coisa que devote com o fim de ser feliz. Mais a frente o próprio texto do site diz que religião(de forma figurada) que pode ser qualquer coisa que se faça com frequência, no exemplo, colocaram ir à academia todo dia.
  E por que alguém iria na academia todo dia ? O recomendado é três vezes na semana fazer algum exercício e essa pessoa vai todo dia. Bem, talvez ela faça isso com frequência porque faz bem à ela. Do contrário, até evitaria fazer. Da pra concluir com isso que buscamos fazer com frequência o que gostamos. Arrumamos uma devoção que "preencha" o vácuo por dentro e nos viciamos. Como gastar com muitas roupas caras, isso dá um status e uma satisfação a quem gasta. Antes, sem nada, essa pessoa não tinha nada. Ai num belo dia começou a ganhar muita grana e pra jogar na cara dos outros, começa a gastar muito com roupas, carros, casas e outras coisas que dêem certo status. Isso a maioria das pessoas segue e faz com frequência. Isso seria uma religião moderna, a que não se venera deuses imaginários, mas um status social. Imagino que isso date da época em que os primeiros grupos humanos se formaram, só que não de forma acentuada ainda, porque ainda acreditavam em coisas sobrenaturais imaginárias de forma forte. Essa religião do status evoluiu com o capitalismo e a morte dos deuses.
  Esse foi só um exemplo de outras formas de religião. Os deuses sobrenaturais e imaginários estão morrendo, e com isso nasce um problema que pessoas comuns não conseguem lidar pois são fracas. Muitas vezes voltam a crer e muitas outras arrumam um vício em algo. A criação de drogas variadas que causem algum tipo de prazer ou algo assim, demonstra bem isso. Ver a própria vida sendo um caos e caindo em desgraça os afeta de tal forma, que só se iludindo e mentindo pra suportarem. Antes, faziam rituais à deuses como alívio, hoje, arrumam vício e o mais fácil são as drogas. Até por conterem coisas na própria droga que façam isso, porém, suponho, que mesmo que tirem isso por processos quimicos e etc, as pessoas vão se viciar. De certa forma, isso acontece com a comida, mesmo sem nada que se faça viciar quimicamente, muitas pessoas se viciam nela. Com isso dá pra concluir que quando sentem dor, não tentam resolver a causa dela mas anestesiá-la. Por exemplo, se quero ser feliz, me dizem pra pensar menos, aceitar mais e etc..Só que isso não funciona em todos e no meu caso, há coisas que me impedem, de por exemplo, pensar menos. Se percebe isso também, que nem todo vício serve pra todo mundo. Como se comer exageradamente ( não falo de gordos, mas de pessoas com problemas alimentares) não desse a "satisfação" pra quem ama exercício e vice versa. Dessa forma, se criam muitas variações de religião, muitas mais do que as tradicionais (com mitos, rituais, ritos e etc).
  Repare que essas novas religiões ainda seguem um modelo hedonista (de fugir da dor e buscar prazer), isso se dá pelo fato de isso ser natural. Buscar prazer e fugir da dor é algo completamente normal. Enfim. Repare que essas novas religiões de certa forma tem templos, rituais, ritos e etc ? Dos viciados em academia, a academia em si. Dos viciados em compras, shoppings. Dos viciados em drogas, a boca, ou no caso de legalizadas, o bar. E por aí vai..
  Bem, não sei se estou errada ou se falta algo ou se preciso repensar muito isso, mas é dessa forma que vejo algumas religiões. As que citei são só exemplos e como já disse, a morte dos deuses deu espaço a muitos vícios antigos e a modernidade trouxe novos. Eu vejo esse mesmo nível de veneração em coisas como a política, na música (principalmente no metal), nas famílias ( como em amar incondicionalmente a dona da vagina que você saiu, assim como o dono do esperma que estava), na mídia (fãs por exemplo) e por aí vai. O mundo está em queda e esses vícios vão aumentar muito no futuro, os deuses irão morrer quase que por completo, a tecnologia provavelmente ajudará na criação de novos vícios.
Só pra deixar claro, eu não apoio nenhum tipo de religião, elas só servem de escape pra pessoas com medo dos próprios problemas. Por exemplo, porque rezar, ou fazer mágica, ou algo assim, pra abrir uma porta ? Não seria mais simples ir lá e abrir ? Sim, não acha ? Então, as pessoas preferem a mágica, parece uma parábola boba (e é) mas assim que as coisas são. Se quer algo, simplesmente vá fazer. Claro que algumas coisas demandam estratégia e não é problema se você quer tanto, não é ?

Nenhum comentário:

Postar um comentário