quinta-feira, 20 de março de 2014

Paz e amor...

  Em busca de paz, se entregam a qualquer consolo, não importando nada. Se aquilo pode matar ou matá-los. Buscam paz através do cano de uma arma e o infeliz que se pos na frente, terá o mesmo ? E o amor, desestabiliza, impulsiona lado primitivo humano e traz morte à lógica. Como são fracos e não tem força, nem capacidade de achar um amor real, transferem esse amor pra qualquer coisa. Nada importa, não há critério na escolha, apenas precisa parecer uma boa opção aos olhos alheios. E se eu amar atropelar pessoas ? Isso justifica minha ação ? Sim, em nosso mundo atual (porque há cem anos isso ainda meio improvável, atropelar. Por amor se pode fazer tudo, grita o mundo. E tudo engloba monte de coisa, tipo tudo.
  A paz vem quase sempre de mentiras. Por que as pessoas bebem ? Por que clamam a deuses ? Por que se viciam ? Porque são mentirosos. Fugir da dor, pela mentira pode parecer otimo, mas saiba que não se cura ferimentos apenas com anestésicos. Isso volta, porque o anestésico vai deixando de fazer efeito. Cedo ou tarde, o efeito passa e a dor volta forte, porque foi ignorada e disso se paga com preços altos. Não to dizendo pra mentir ou não, mas que a mentira volta e se destrói. Acaba com você, mentiroso...
  Vou falar do sentimento mais nocivo de todos, o amor...Ahh, diriam alguns, doce amor. Bem, doces causam diabetes em excesso. Diabetes pode cegar, assim como o amor. Diabetes causa mortes e o amor, massacres. Não existe sentimento tão perigoso quanto o amor e como uma arma nuclear, deve ser sentido em último caso e usado apenas onde causará algo. Muito amor é apodrecer aos poucos. As pessoas não acham quem amam, pois como já é lógico (dado o nível de tolice alto) nem todo mundo acha alguém especial e provavelmente morrem sem conhecer. Então, gastam amor e tempo em coisas. E isso é danoso. Como já dito, o amor é instável e dele vem muitas guerras. Como as grandes guerras mundiais, guerras civis e etc. Tudo por amor...
  Paz e amor juntos então, consegue imaginar ? Se não, olhe lá fora, o mundo da paz e do amor...

Nenhum comentário:

Postar um comentário