sábado, 25 de janeiro de 2014

Relato 082 : O voo

  Acho que não estou no fundo do poço, até porque não há poço. A questão do poço depende muito de como cada um vê o status social, é relativo como o bem e o mal, pra alguns ser rico é estar no fundo do poço, pra outros isso é ser pobre. E na verdade, não há poço. Então sou livre de ser um fracasso, ou sucesso, ou um lixo ou uma perdida. Já que é relativo demais.. Nada parece ser fixo, ou durar para sempre. Nada..Portanto posso voar entre os prédios sujos e por cima das casas frágeis dos pobres..Eu posso ser além do que eu penso, posso ser mais do que a maioria de vocês, porque sou livre.........

Nenhum comentário:

Postar um comentário