terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Me deixe em paz........me deixe sozinha.....

  Para aqueles que um dia chamei de família....
  

    Que ótimo, não sei como começar. Vocês sempre me deixaram só, apesar da companhia. Uma companhia não é apenas você estar existindo com alguém, isso é muito íntimo, algo que vocês não chegaram nem perto de ser. Deveriam ter oferecido compreensão, aceitação, amor e me ajudar a achar meu próprio caminho... O papel de um tutor é esse.. Mas não. Ofereceram tudo a seu modo, sem perguntas, sem respostas, tudo como queriam. Me ensinaram que ser eu mesma não prestava, que o "faça o que quiser" era um "faça o que eu quero". Tentaram a me ensinar a ser hipócrita, eu não consegui aprender, por isso me deixavam.. Qualquer tentativa de compreensão de mim, como pessoa, vocês jogaram fora. Me trataram como um brinquedo...
   Entrei num abismo, num vazio. Ninguém ligou, ou se importou, "era besteira"...Passei toda a minha infância infeliz e a maior parte da minha adolescência também. Novamente, ninguém se importou.....Estava só...Acho que estou de novo (31/12). Parece que dar fim a minha vida parece uma boa opção. Pensei nisso antes..Sorte minha que eu tinha alguém, um herói que me apaixonei e amo muito. Agora, ele parece longe, sem chance de me salvar como sempre fez....O melhor que faço pelo mundo parece ser....o suicídio...........Vocês me atormentaram a vida toda, não aguento mais, quero morrer.

     Com ódio
           Sua filha renegada
                  Marlin Rose Jones

Nenhum comentário:

Postar um comentário