segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Os ventos dizem...

  Os ventos dizem a verdade, a verdade que nunca será dita por um mero mortal, isso é tolice, não é vantajoso ao mortal. Quanto aos ventos, apenas neles a verdade é dita com serenidade e sem distorções que um mortal qualquer teria. Não há lucidez, não há uma vida, existe apenas a dor...mesmo injustificada...dor. O paraíso está longe de existir, assim como o inferno, pobre lunático que acredita numa bobagem dessa criada por alguém com alucinações do deserto...
  Não há nada a ser dito, a ser escrito, a ser sentido, a ser vivido....seu único caminho é a morte. As marcas do seu corpo, vindas de suas doenças, não irão sumir...Ficarão com você até o dia que atingir seu fim...Por que viver ? Para mais um dia tentando não chorar ? Para ficar um dia todo ter sorriso ? Para esperar ansiosa por horas por aquele que tem seu coração, sua alma...? Por puro masoquismo autodestrutivo, sim, continue a viver.....................

Nenhum comentário:

Postar um comentário