quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Relato 052 : Sem vida

  Nesses últimos três dias foram simplesmente dias muito estranhos..... Neles ao mesmo tempo que uma antiga namorada entrava na cabeça do meu namorado, ao mesmo tempo que minha amizade com uma amiga crescia e eu novamente percebia que sim, minha teoria de ser órfã parece ser verdade.
  A moça que um dia o encantou tinha olhos azuis,  pele branca, cabelos negros, rosto de anjo e todo resto também. Encantou até a mim..Eles não se falavam a tempos e mesmo assim ele lembrava dela, e depois descobri que ela lembrava dele. Sei lá, acho que se gostam ainda, un pouco. Mesmo ele já tendo uma namorada, que também parece ser louco por ela, talvez ele fique com a de olhos azuis pra conversar e acompanhar pela web, e com a outra como sua namorada oficial, também sendo linda. Acabo sozinha nisso tudo. Pelo menos tenho amigas, por sinal muito parecidas comigo, um pouco menos tristes, porém parecidas. Infelizmente, uma amizade não pode fazer o que um grande amor pode.
Quanto ao fato de ser órfã, emocionalmente, por me negligenciarem a minha humanidade.. Por sempre querer me tratar assim : "De os brinquedos, as roupas, alimento e água, só com isso você já é pai. O resto não importa, nem os sentimentos, pensamentos, sonhos e carências emocionais de sua criança." A exemplo se hoje(10/10), apenas disse que o antibiótico que a minha estava me dando não estava me fazendo bem. Ela já começou a gritar comigo, me xingando, me expulsou da mesa. Ela não teve nenhum motivo pra isso, só o fato de ter sido questionada já a fez reagir assim. Derrubei tudo com raiva e fui pro meu quarto, fechando a porta com raiva. Gritei bem alto que nunca mais queria que ela falasse comigo, que nunca mais olhasse nos meus olhos ou falasse de mim. Disse que quando pudesse, sairia pra nunca mais vê-la na minha vida......Estar certa numa coisa assim, me deu vontade de chorar. Tentei não fazer isso por uns momentos, só que as lágrimas sairam antes que pudesse evitar......Quero fazer algumas coisas (que não vou contar) antes de fazer logo o que já deveria ter feito.....o suicídio..

Nenhum comentário:

Postar um comentário