segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Respire fundo com calma e morra lentamente

  O silêncio é tudo nesse momento...Aqueles que não te amam já dormem, seus inimigos descansam, os cães dormem dentro de suas casinhas. Seu coração começa a bater rápido sem motivo, você espera um ataque do coração instantâneo e mortal, ali você morria e ficava tudo bem. Mas não era. Só uma sensação de euforia com a extrema melancolia adolescente. Ai você fecha os olhos. Começa a se lembrar dos seus problemas mais profundos, os que você não teve coragem de resolver. Eles consomem você, ignorar eles dá muito trabalho. Isso te impede de dormir. Você abre os olhos e vários monstros de aparência horrenda aparecem.
  Havia um que era um loiro sem uma parte do rosto com um braço sem pele e com os órgãos da barriga expostos. Outro era uma criança sem sexo com cabeça furada por uma bala e com um ursinho polar de pelúcia com sangue. Junto deles haviam muitos outros extremamente deformados e feridos. Eles se aproximam cada vez mais. Até um deles subir em cima de você e te dizer "Fecha os olhos, vamos te matar rápido, você já sofreu muito...". E você depois de meses tem um sorriso de verdade e diz "Por favor comece logo !!!". Eles começam esfaqueando seu coração, até que deixam o punhal lá. Você sente a sua vida indo embora. Ficando mais fraca a cada momento, ok você está morrendo. A criança diz "Aproveita, se acalme. Respira fundo e morra lentamente..." Se perdem todos os sentidos e sensações, você dá seu último sorriso e ainda consegue dizer "Finalmente". Um som de despertador te acorda e você diz "Droga, tudo era um sonho...não morri hoje..."

              Marlin Rose Jones

Nenhum comentário:

Postar um comentário