domingo, 15 de setembro de 2013

Relato 049 : Totalmente ferrada

  Odeio lembrar que tenho muitos problemas pra minha idade. Adolescentes normais se preocupam apenas com a roupa que iram vestir, a ficada depois da aula, com a quest que tem gasset no jogo, um trabalhinho de escola e coisas assim. Brigam com os pais porque não vão numa festinha boba, por causa de uma,roupa, de um jogo... Comigo, tem mais a ver com muitos problemas antigos e mal-resolvidos. A minha tristeza tem a ver com eles. Com medo injustificado, com o ego dos meus pais, com o medo de alguém em especial não me amar, com problemas de preconceito com o que sou pro outros, com doenças mentais que provavelmente tenho e por aí vai. E tudo se resume a problemas antigos que tenho desde criança, com exceção de um.
  Me preocupo com o meu futuro negro que está por vir, acredito que tempos difíceis estão por vir. A cada momento vejo o quanto sou incapaz, covarde e decadente, realmente não aguento mais. Todos que me importo estão longe demais pra eu abraçar e,quem eu odeio está muito perto mesmo. Tem aquele ditado "mantenha seus amigos perto e seus inimigos mais perto" é infeliz, pra mim que se foda ele, eu quero as pessoas que amo por perto....Mas não posso, eu acho...Por essas e outras, quero morrer. Mas por essas pessoas não tento, porém se a oportunidade vir, eu vou aproveitar. Acho que já até escrevi aqui : Não sinto ou me importo com mais nada. Não consigo rir, não consigo chorar, e quando consigo é intenso. Estou tipo "Foda-se isso, foda-se aquilo. Nada importa e no final estou totalmente ferrada..." Minha expectativa de vida : Se passar dos 16, não passo dos 18, se passar dos 18, não passo dos 20. Com certeza ninguém vai se lembrar, apenas os que amo. Espero que levem boas memórias de mim....

Nenhum comentário:

Postar um comentário