sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Relato 047 : Sonhos infantis

  Tenho sonhos, muitos sonhos, porém nada utópico. Como o de ser uma linda garota, tocar violão, tocar numa guitarra roxa com o pedal fuzz e o wah-wah, cantar e tocar, fazer algo que envolva filosofia, ou filosofia, se não sociologia, talvez psicologia. Quero encontrar o meu namorado que mora longe, beijá-lo e outras coisas que....humm...esquece. Quero beijar pela primeira vez, fazer amor pela primeira vez. Tudo isso é possível, não é algo como querer ser imortal ou dominar o mundo. São coisas até simples pra uma jovem. Podemos dizer que são até meio inocentes, apenas mais um sinal de como sou mais criança do que adulta.
  Não consigo me dar tão bem com a solidão ainda, continuo sendo dependente de alguém(meu namorado e minha amiga) pra me sentir seguir segura, além de ser chata e exigente demais. Rio de coisas bobas ainda e meu nível de decadência é tão alto que consigo rir de desgraças alheias e das minhas próprias. A cada dia tenho medo de não conseguir prosseguir........vivendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário