quinta-feira, 11 de julho de 2013

Complexo de iluminação exclusiva

  As maioria das religiões se acha abençoada por um ser ou seres supremos, elas acham que viram a "verdade" desse ser e por isso acham que exclusivamente são iluminadas. O que esse pessoal pensa dos outros : que eles são desgraçados, que não foram agraciados com a benção por causa da "impureza" , por não terem abrido o coração pra essa entidade sobrenatural, e outras baboseiras...
  O negocio é que a maioria das religiões pensa assim. Ou seja, sempre se veêm como um grupo de pequenos iluminados e o resto como banal. Isso acontece também com alguns fãs de um tipo de música ou banda, torcedores de times de futebol,  algumas filosofias e muitos outros grupos. Todos pensam que acreditam em algo superior, melhor do que os outros. Criando basicamente um grupo fechado em que odeiam todo mundo.
  Passam uma mensagem em comum : A maioria não presta. O que é verdade. Eu defendo uma autonomia, ela te liberta de diversas coisas e te faz achar a felicidade. Esse complexo de alguma maneira todos já tiveram, ás vezes como crianças pensamos ser o centro do mundo e um dia descobrimos que isso não é verdade. Pois essas pessoas voltam a isso quando entram num grupo assim, "iluminado". Parte do amadurecimento se dá quando vemos não ser o centro do universo. Na minha humilde opnião acho que o mais sensato a fazer é sim ter a sua "verdade" e respeitar a dos outros.
  Temos milhares de pessoas e grupos delas, podemos chamá-los de "pequenos iluminados".  Cada uma dessas criaturas divide o mundo em dois : Os "iluminados" e os nas "trevas". Alguns deles até aceitam os que estão nas "trevas" porém outros são intolerantes à um nível não recomendado pela OMS( piada...ria).  Juntos esses vaga-lumes dizem uma coisa bem interessante : que a maioria não presta. O que é verdade, pois se prestasse o mundo seria diferente do que é agora. Um grupo para não acabar assim, deve lembrar que existe outros vaga-lumes e que simplesmente dizer que a ideia do outro por ser de outro é ruim não adianta nada.  Aliás não há um desenvolvimento real sem a critica. Essa "iluminação" pode se chamar super-ego. Pessoas que se veêm como o centro do universo tem essa "ilumunação". Vivem fechadas num mundo criado por elas em que são deuses. Os grupos "iluminados" são assim, só que a loucura muitas vezes só atinge a quase todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário