sexta-feira, 7 de junho de 2013

Relato 018 : Suicídio

  Voltei a ficar mal, novamente, graças a mim. Eu destruo a esperança das pessoas, faço elas se sentirem o pior possível e tudo não por maldade mas por ser um  monstro. Fiz( ainda faço) isso com a minha família, com meus "amigos" e até mesmo com quem não me conhece. Se o inferno existe, lá vou eu. Não mereço nada de bom, apenas tudo o que não presta ou foi esquecido, a única e exclusiva coisa que mereço : me matar.
  Antes eu pensava que as pessoas queriam que eu me matasse, hoje percebo que mereço isso...Sim estou deprimida, melhor morta por dentro. Como eu era idiota, pensar que merecia buscar o tal prazer, era até o meu objetivo de vida, porém agora penso : "vou juntar muito dinheiro e vou comprar uma arma para me matar". Gente, mesmo que eu use os medicamentos em excesso, posso acabar sobrevivendo, e continuar viva, o que não quero mais saber. Se eu continuar viva, só vou destruir mais esperanças, só causar mais destruição e ainda vou trazer todos à minha volta para o mesmo sentimento que eu.
  Sério, sempre estragei tudo, sempre, sempre e tenho certeza,que sou assim : "Não deixa viver e não vive". Além de magoar os outros, me magoo também, a cada dia minto mais para mim mesma. É incrível o que a luz do conhecimento pode mostrar, sou uma pessoa frustrada e apática. Apresento todos os sintomas. Cada sorriso que dou, na verdade, deveriam ser lágrimas, porém eu sou orgulhosa e por isso quando rio, eu deveria chorar.

(PS: quem me conhece, me desculpe se exclui vocês, mas é pro seu próprio bem!!!)

Nenhum comentário:

Postar um comentário