segunda-feira, 20 de maio de 2013

Uma forma alternativa de querer viver

  Muitas pessoas tem um motivo para viver e esse motivo é um ideal que faz com a pessoa penseque muda ou mude realmente o mundo. Geralmente às pessoas que tem esses ideais se sentem úteis para o mundo e já quem se sente inútil é outra história.
  Quem se sente inútil não sabe o bem que pode fazer para o mundo. Deixa eu explicar: o inútil vê o mundo de outra forma porque essas pessoas são sozinhas pois as pessoas tem um certo preconceito com quem é inútil. E quando digo inútil, falo em ser tão inútil que se é rejeitado por tal.
  Útil tem vários amigos geralmente porque há uma relação de dependência, as pessoas precisam dele e o inútil não, ninguém precisa dele, porém a relação dele é mais independente, ou seja, os amigos dele são amigos verdadeiros, mesmo não precisando dele continuam amigos, algo a mais os une, isto já é mais difícil para alguém útil que tem muitas pessoas ao lado e só vai descobrir quem é amigo quando se tornar inútil.
  O útil ajuda o mundo e inútil não. Por isso muitos que se sentem inúteis se matam, porque segundo a maioria há um sentimento de estar atrapalhando o mundo, aí é que erram: o mundo não precisa de você segundo ele mesmo, porém apenas você consegue enxergá-lo de fora e ver os problemas dele, portanto você não precisa do mundo mas o mundo precisa de você.
  Porque por exemplo o computador antigamente era considerado inútil para muitos e agora olhe hoje em dia. Estudar na aula é considerado inútil para muitos na minha sala, mas na hora da prova é necessário.
  No fundo mesmo, não sabemos direito o que queremos, alguns com a idade e a experiência e outros com reflexão profunda conseguem descobrir parte do que querem mesmo. Nós escondemos o que queremos por medo da desaprovação ou medo de fracassar, e isso fica no fundo do inconsciente que quando pode,  tenta se expressar em sonhos, alucinações e desenhos aleatórios e de outras formas.
  É difícil, entender a mensagem e aplicar na vida. Eu mesma não consegui. Quando eu conseguir, eu prometo coloco aqui. Eu acho que o caminho tenha ver com se libertar, se é mesmo, vou tentar descobrir.
  Continuando o assunto, e também o conceito de inútil e útil é bem relativo, depende de época, cultura, economia e outros fatores variados. Por exemplo, dar um livro para um analfabeto é inútil, porém algum dia ele pode acabar a aprendendo a ler. Tudo é útil num momento e inútil em outro, no fim mesmo tudo é útil o que nos limita é a falta de conhecimento, vontade trabalho( vontade de realizar o trabalho) e cegueira causada por preconceitos.
  Magaiver( que tá  escrito errado) era conhecido por escapar das diversas situações usando o conhecimento que tinha.
  Quem se julga inútil, ou julga alguém inútil e ainda algo de inútil, é por falta de conhecimento, muito preconceito e pouca vontade de trabalho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário