domingo, 12 de maio de 2013

Inútil

Sinto que não tenho nada
Dizem que tenho tudo
E por isso sou ingrata
A parte infeliz é que concordo

Eu não mereço viver
Não mais do que um ladrão
Pois não existe mais inútil ser
Se tenho o vazio é porque sou

Eu morri
E quem matou não tem culpa
Sou inexistente
Uma alma perdida

Na jornada para a selva
Estou sozinha
Vou ter que aprender à caçar
A matar para sobreviver

Afetos e desafetos
Queimem no passado
O futuro não me importa
Tudo o que importa é o presente

--------------------------------------------

ps: voltei , podem enviar mensagens e comentários eu vou voltar a responder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário