terça-feira, 7 de maio de 2013

Diário dos sonhos 003: Dois sonhos

  Nesse primeiro sonho foi marcante por um motivo: eu estava feliz. Eu sentia a felicidade no sonho, é algo muito bom se sentir feliz. Outra coisa curiosa é a aceitação do fato de eu ser trans por parte da minha mar, quando na realidade ela é muito preconceituosa com isso. Eu Acordei triste porque esse sonho não era a realidade.
--------------------------------------------
5-Jan-13
Eu e minha família fomos até a fazenda do eike batista para visitar uns parentes por parte de mãe. Eu estava vestido como uma garota só que muito sexy, com um shorts curto, uma regata e um óculos escuros. Eu tinha um corpo feminino com curvas , bunda e seios. Cumprimentamos com um oi para todos e uma velinha que parecia a minha vó disse o teu filho parece uma garota para minha mãe. Não me incomodei com esse comentário, antes de entrarmos(estávamos fora da  casa da fazenda) os meus dentes começaram a cair e sonho termina aqui.
  Detalhe o sonho parecia ocorrer de manhã com céu azul e o dia ensolarado, quando na maioria dos meus sonhos  ele aparece nublado, na maioria dos meus sonhos eu sou uma travesti muito bonita (nos sonhos mais longos) e esse foi curto e mesmo assim eu era travesti.
--------------------------------------------
  Esse segundo sonho foi importante pra mim porque depois dele o meu interesse em filosofia aumentou. Uma idéia dele levo comigo: o não sei. A realidade é diferente para cada um, porque todos vemos a realidade com outros olhos (literalmente). Portanto conclui que não sabemos de nada sobre a real realidade, se é possível vê-la assim? Eu acho que sim, mas deve ser muito difícil.
--------------------------------------------
6-Jan-13
Estava indo pra escola de tarde pelas 18 horas porque o sol estava se pondo. Eu era eu mesmo(menino). Eu entrei na escola para fazer uma pergunta para o professor de filosofia, uma pergunta muito complexa: qual o sentido de tudo que existe e ele me respondeu rapidamente que não sabia. Ele me  sugeriu pra perguntar para outro professor novo um cara meio hippie que eu na vida real nem conhecia, mas no sonho eu sabia quem era. Perguntei novamente a mesma pergunta e ele respondeu, que não sabia. Eu estava plenamente lúcido no sonho depois de ver que eu não tinha conseguido fazer o que queria, fui embora, mas antes queria saber se alguma garota queria sair comigo e a resposta foi não. Numa  rua que é a mesma da padaria Beija-flor no carianos, eu estava voltando casa de lá , ela era uma rua meio inóspita chegando perto do cruzamento com a minha rua, chegando perto da minha rua olhei pra trás e vi um motoqueiro mal encarado com uma moto super rápida e ele estava transportando petróleo. E o sonho acabou assim .Talvez mais tarde eu lembre de algo mais. Eu tive um primeiro sonho só que meio inconsciente e não consigo lembrá-lo talvez daqui uns dias. No fim do sonho ele piscava aqueles chuviscos de televisão mas de um jeito que parecia que estava meio que perdendo o sinal e o sonho perdendo força. Foi um sonho lúcido que tinha consciência total.

Nenhum comentário:

Postar um comentário