sexta-feira, 26 de abril de 2013

O que é ser conformista hoje? parte 2

  Continuando o ensaio com o filme tropa de elite. Apesar do velho clichê rico carrasco e pobre coitado, o filme tem algo a dizer.  Sabe os ricos no filme são retratados como universitários despreocupados com a vida e ainda por cima maconheiros. O povo pobre vítima da corrupção do crime organizado.  E o BOPE como estabilizador da situação, prende os bandidos com a característica agressividade que é criticada como fascista pelos estudantes universitários. É visível pra quem entende um pouco de política: O BOPE e o povo(que os apóia) é da direita conservadora e os universitários como uma esquerda. Bom , não queria falar de política por isso não vou me aprofundar muito nisso.
   O povo apóia o BOPE pois faz o serviço corretamente( pelo menos no filme, não que de verdade não faça mas porque eu não conheço muito bem eles). E a agressividade vem do motivo de que agiam como se estivesse em emergência, porque eles deviam apenas aparecer em emergências e operações especiais , o que no próprio filme não acontecia , já que o BOPE era sempre acionado porque a polícia comum não era tão bem armada(com armas),  não conseguia conter os bandidos bem armados  . Os universitários não gostavam do BOPE , para eles o BOPE só servia pra prender os pobres nas favelas e proteger ricos, por isso não entravam em condomínios de luxo e invadiam favelas segundo eles. Para eles a polícia era apenas uma ferramenta do governo. O que é mentira pois no próprio filme mostrava-se policiais corruptos que lucravam com o jogo do bicho, se eram corruptos não serviam o governo.  O motivo de uma invasão numa favela era o mandado de prisão, para receber um mandado você precisa ser acusado, para ser acusado você precisa ser investigado, e agora pergunto-lhe , algum político, empresário e rico ou os três chega a ser investigado sem o motivo para ser um espetáculo (melhor exemplo: mensalão)? Não.
   Os argumentos dos universitários são frágeis de propósito? Ahh são porque o filme é sobre o BOPE. São aparentemente verdadeiros os argumentos, no fundo só é conversa afiada.
  Talvez o certo a se criticar não seria o BOPE, mas o porquê de os ricos não serem investigados. Polícia corrupta?Políticos corruptos?As pessoas não denunciam eles?O negócio é não martirizá-los, só porque são ricos odiá-los, nem todo rico é vazio e esnobe, nem todo pobre é gente boa e feliz.A moeda tem dois lados.Ok
  A culpa dessa falha é da falta de escolaridade, falta de noção política, falta de fundamentos da oratória(para evitar cair em falácias), falta de bons pais, falta de...., falta da..... e falta etc...
  Diversos fatores nos levam a injustiças sociais , não apenas culpa dos empresários sedentos por lucros , a culpa é do operário também por esquecer que a vida é mais do que ter as contas pagas no final do mês, é ter o mínimo de dignidade, amor próprio e paz de espírito.
   A culpa é do operário também por apenas querer aquele salário no final do mês e do empresário louco por lucros e mais lucros, por não procurar algo além do dinheiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário